Caritas faz um alerta sobre as “crises violentas” e as “guerras de alta intensidade” que estão acontecendo no mundo.

De acordo com o instituto italiano Caritas, existem mais de 370 conflitos armados ocorrendo no mundo neste instante. O órgão pastoral que faz parte da Conferência Episcopal Italiana quer denunciar o silêncio da mídia.

A iniciativa se deu por ocasião do 70º aniversário da Declaração Universal dos Direitos Humanos que aconteceu no último domingo (10). Na ocasião, foi apresentado um relatório com o título “O peso das armas” onde há detalhes sobre mais de 378 conflitos em vigência no ano de 2017.

De acordo com o documento, destes 378 conflitos, 186 são classificados como “crises violentas” e 20 são denominados como “guerras de alta intensidade”. Conforme o ACI Digital, o relatório confirma que a produção e a venda de armas aumentaram e os cinco países que mais exportam são Estados Unidos, Rússia, França, Alemanha e Reino Unido.

Enquanto isso, os principais importadores são Arábia Saudita, Emirados Árabes Unidos, Austrália, Iraque e Paquistão. Estes são os países que contribuem para os conflitos no Iêmen, Oriente Médio e Norte da África. Os quatro principais conflitos que a imprensa italiana abordou são os que ocorrem no Iêmen, Venezuela, Ucrânia e Somália.

Marco Tarquinio, que é diretor do jornal “Avvenire”, da CEI, disse que “as guerras terminam quando começamos a enxergá-las”. E a melhor forma de expor a real situação é rompendo com o silêncio da mídia internacional.

Fonte: https://noticias.gospelprime.com.br

Leave a Reply

Your email address will not be published.