Bebê foi diagnosticado com doença rara

O futebolista brasileiro Patric Cabral Lalau e sua esposa Chai Palhano, enfrentaram uma grande luta pela vida do filho Dominic. O bebê foi diagnosticado com hemimelia tibial, uma doença rara que atinge uma em cada 1,5 milhão de crianças.

O casal teve que tomar uma decisão muito difícil: amputar a perna direita de Dominic. “Optamos por amputar, porque quanto maior fosse a demora, pior seria para desenvolver a parte física. A perna dele não tinha função”, explicou o jogador.

Segundo ele, se a opção fosse por corrigir, o menino ainda passaria por sete cirurgias na infância, sem garantia de que um dia poderia andar ou correr. “Seria muito sofrimento”, explica.

Aceitação e agradecimento

“Quando o Dominic nasceu, a gente não sabia o que teria que fazer. Levamos em ortopedista”, lembra Chai. Depois receberam a indicação de um médico especializado nos Estados Unidos, onde o casal decidiu fazer o tratamento.

“A gente ficou um ano e meio orando e entregando nas mãos de Deus (para saber) qual seria a melhor decisão”, conta a mãe.

“Eu orava por um milagre. Eu falava ‘eu sei que o Senhor faz milagres, eu acredito, eu creio. Chegou um momento que o Espírito Santo falou pra mim: meu filho, será que você tem orado certo?”, lembra Patric.

O jogador disse que compartilhou com a esposa. “A gente tem que mudar a nossa oração. Nossa oração tem que ser de agradecimento, porque o milagre já foi feito”, contou.

“Eu acho que comecei a aceitar mais quando eu mudei a minha oração. Foi uma experiência bacana que eu tive com Deus. Foi muito edificante”, concluiu o jogador.

Assista!

Fonte: https://noticias.gospelprime.com.br

Leave a Reply

Your email address will not be published.