Uma das coisas mais importantes na vida do cristão é exatamente a manifestação objetiva e expressiva da paz. Uma das ações mais conhecidas por Cristo Jesus (o Messias) durante seu ministério terreno foi da propagação da paz – “Deixo-vos a paz, a minha paz vos dou; não vo-la dou como o mundo a dá. Não se turbe o vosso coração, nem se atemorize. (João 14.27) – Tenho-vos dito isto, para que em mim tenhais paz; no mundo tereis aflições, mas tende bom ânimo, eu venci o mundo.” (João 16.33)

Em outra narrativa bíblica, após a crucificação e morte de Jesus, enquanto os discípulos se trancafiaram com medo dos judeus, sutilmente e essencialmente Jesus apareceu ressuscitado no meio deles declarando – “…Paz seja convosco.” (João 20.19). Logo, se pode compreender que, o medo não é vencido pelo poder, mas o medo sempre é vencido pela paz.

A paz estabelece o equilíbrio, afugenta o medo, aconselha e protege o coração. A paz é vital para a saúde e caminhada do discípulo de Jesus. De modo que, somente a paz de Deus pode guardar o coração e os pensamentos – “E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará os vossos corações e os vossos sentimentos em Cristo Jesus.” (Filipenses 4.7). A paz de Deus cria uma malha protetora no coração (decisões ), como também nos pensamentos (elaborações na mente).

A qualidade de vida do cristão depende intrinsecamente da paz de Deus, porque ela influencia aquilo que pensamos – Quanto ao mais, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é honesto, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se há alguma virtude, e se há algum louvor, nisso pensai. (Filipenses 4.8), ao mesmo tempo em que, influencia as nossas realizações – O que também aprendestes, e recebestes, e ouvistes, e vistes em mim, isso fazei; e o Deus de paz será convosco.(Filipenses 4.9). Observe que, o cuidado com o pensar vem antes do fazer, porque aquilo que pensamos comumente reverberará em nossas ações. Logo, a paz de Cristo é essencial porque ele equilibra e aconselha constantemente os pensamentos e as decisões do cristão.

De modo que, em suma, a pacificação em Deus através de Cristo estabelece o grande diferencial no estilo e no modo de vida de cada cristão, por que, uma vez estando em paz com Deus, o coração humano é pacificado e a vida torna-se viável, fazendo todas as coisas convergirem para o bem daqueles que amam a Deus. Uma vez estando em paz, as demais coisas, sempre serão “as demais coisas e o Reino de Deus sempre terá prioridade em nossos corações.

Por Pator Samuel Torralbo

Leave a Reply

Your email address will not be published.