Jesus não morreu apenas para que fossemos salvos. Ele morreu para que pudéssemos ser batizados com o Espírito Santo. Com estas palavras, o pastor americano Randy Clark iniciou sua mensagem noencontro que reuniu mais de 3 mil pessoas na noite desta segunda-feira (3) na Igreja Batista das Amoreiras, em Campinas, no interior de São Paulo.

Segundo o pastor da igreja, Rafael Borges, é um privilégio receber uma reunião como esta. “É uma honra sermos incluídos em planos tão ousados, que demonstram o interesse de Deus pelo Brasil. Acredito que outras igrejas no nosso país serão incluídas nesse projeto também se crerem e esperarem por um avivamento genuíno da parte de Deus, como nós estamos buscando e esperando”, disse ele em entrevista ao Guiame.

Depois de presenciar uma onda de avivamento que se iniciou em 1994, em Toronto, no Canadá, Clark passou a viajar ao redor do mundo ministrando cura e o ensino da Palavra de Deus. Um de seus maiores anseios é despertar pessoas para uma vida cristã mais intensa e profunda.

“Se você estudar a Bíblia, você irá perceber que uma das primeiras ordenanças de Jesus é curar os doentes. Não tem como você fazer um discipulado bíblico, de forma completa, sem você ensinar o que Jesus ordenou”, disse ele. “Mas para sermos capazes de fazer essas coisas, precisamos ser cheios do Espírito Santo”.


Pastor Randy Clarkna Igreja Batista das Amoreiras, em Campinas. (Foto: Guiame/Marcos Paulo Correa)

O avivalista lembra que quando os apóstolos reuniram homens que os ajudariam na igreja, Deus os conduziu a buscar pessoas que não estavam somente dispostas a preencherem uma vaga. Eles procuraram por pessoas que eram cheias do Espírito Santo.

“Se a nossa vida cristã é vazia e não tem esses aspectos de cura e de ouvir a voz de Deus, se a nossa vida cristã é limitada em somente memorizar versículos sem sermos desafiados a fazer o que as Escrituras dizem, nós não poderemos ser cheios do Espírito Santo”, disse o pastor.

Clark afirma que quando alguém se torna cristão, essa pessoa nasce do Espírito Santo. No entanto, nem todos que se converteram à Jesus Cristo foram cheios de seu Espírito. “A ênfase de ser cheio do Espírito Santo significa derramar a sua vida no altar. Isso se chama 100% de consagração”, ressalta.

“Significa unir a sua vida com Deus e não segurar nada, mas derramar tudo sobre o altar Dele. Significa crer que Ele pode fazer cegos enxergarem e declarar que isso realmente é possível. Deus irá nos encher, e iremos experimentar aquilo que estávamos confessando”, acrescenta.

Não importa se o cristão seguir a linha teológica tradicional ou pentecostal — isso não define se Deus irá encher ou não a pessoa do Espírito Santo. “O que faz a diferença para Ele é a sua fome e a sua sede. Ele se importa com seu coração, se você quer ser mais do que você é, se quer ter mais do que você já tem, se você acredita que tem mais, se você acredita que um dia até sua sombra poderá curar. Esse entendimento de que existe mais gera a fome”, aponta Clark.


Pastor Randy Clarkna Igreja Batista das Amoreiras, em Campinas. (Foto: Guiame/Marcos Paulo Correa)

FONTE: GUIAME, LUANA NOVAES

Leave a Reply

Your email address will not be published.