Vinicius Andrade foi criado na igreja por influência de sua mãe, que não parou de orar quando ele se desviou.

Hoje Vinicius Andrade anda na rua como qualquer outro jovem, mas nem sempre foi assim. É que há algum tempo ele era bem conhecido na sua região como “O Rei do Rolezinho”. Tinha centenas de milhares de fãs por promover o encontro de adolescentes em shoppings da cidade, além de ser considerado na época o novo ídolo da internet com mais de 200 mil seguidores nas redes sociais.

“Eu cresci na igreja e como jovem sempre procurava outros jovens para me comunicar, para me relacionar. Mas eu fui vendo que eu estava sozinho na igreja, não tinha mais jovens e por isso eu me afastei pouco a pouco até chegar ao momento em que eu me vi fora dos caminhos de Deus”, contou Vinicius.

Ele conta que começou a frequentar menos a igreja e a ir somente aos sábados, mas a cada semana que passava ele via menos jovens. “Notei que não tinha mais programas para os jovens. Então eu não tinha mais contato porque não tinha mais jovem”, ressalta.

“Na igreja não tinha jovem, mas na porta da minha casa tinha, então ficava lá”, lembrou.

Fama

Em seu novo caminho, Vinícius era procurado por políticos e por jovens. Chegou a ter mais de 200 mil seguidores nas redes sociais e lançou moda, ganhando semanalmente uma média de 5 mil reais por meio da instalação de aparelhos odontológicos que ele mesmo ajudou a criar.

“Todos me procuravam. Era a política, a imprensa, as meninas. Mas o que eu precisava era um pastor para me procurar e eu não encontrava nenhum. Eles não iam lá em casa”.

Certa noite voltando para casa, Vinícius resolveu entrar em uma igreja para fazer uma oração. Era noite de vigília e por segurança os diáconos fecharam as portas minutos depois que ele entrou. Ao amanhecer, as portas foram abertas novamente, mas Vinícius não deixou a igreja. A quantidade de amigos na casa de Vinícius pode até ter diminuído depois disso, mas ele continua influenciando jovens.

Fidelidade

A mãe de Vinícius diz: “Deus trocou cada falso amigo por amigos que levam ele para a igreja, que fortalece ele na fé”, comentou.

Uma das atividades que Vinicius promove junto com seus amigos é o “Anjo do Metrô”. Quinzenalmente às sextas um grupo de Adventistas lembra que Jesus está de braços abertos para todos. seja jovem ou não. “Hoje eu sinto que esse é o meu chamado, levar pessoas ao redor do mundo para estar perto de Jesus”.

Confira o testemunho completo de Vinícius Andrade:

FONTE: GUIAME

Leave a Reply

Your email address will not be published.