Uma homenagem ao ex-brigadeiro chileno Miguel Krassnoff, ex-oficial da polícia política da ditadura de Augusto Pinochet (1973-1990), reuniu ao menos 400 manifestantes em protesto durante o evento no Clube Militar de Providência, na capital do C… hile, na segunda-feira. O ex-oficial da Direção de Inteligência Nacional (Dina), conhecido como “o Príncipe”, cumpre atualmente uma condenação de 144 anos de prisão por mais de 65 processos em que foi acusado de crimes de lesa-humanidade, como torturas e assassinatos. Além da pena que já cumpre, Krassnoff pode ser condenado por um novo crime de desaparecimento, como foi divulgado ontem, horas antes do evento em sua homenagem, ocasião em que o ex-repressor lançou o livro “Miguel Krassnoff, prisioneiro por servir ao Chile” (na tradução literal do espanhol). Leia mais (22/11/2011 – 16h03)

Leave a Reply

Your email address will not be published.