O presidente da Nigéria, Muhammadu Buhari, prometeu lutar contra os extremistas e expulsá-los do país.

O exército da Nigéria trouxe boas notícias após sua última investida contra o grupo extremista Boko Haram. A luta contra os militantes resultou em quase mil reféns libertados do cativeiro, principalmente mulheres e crianças.

Além disso, foi anunciado a morte de 50 extremistas durante a batalha. O exército nigeriano fez o anúncio em sua conta no Twitter:

“Exército armado capturou mais de mil cativos do Boko Haram na operação. Resgatamos mais de mil reféns do enclave dos terroristas”, diz um trecho.

O site americano The Christian Post relata que o Boko Haram vem aterrorizando os cidadãos nigerianos, incluindo muitos outros, desde que ele ganhou proeminência em 2009. Uma das ações mais notáveis do grupo foi o sequestro de 276 estudantes em Chibok, no ano de 2014.

Sabe-se que a maioria dessas garotas já foram resgatadas.

O presidente da Nigéria, Muhammadu Buhari, prometeu lutar contra os militantes e expulsá-los do país. O Exército da Nigéria apoiou o objetivo de Buhari quando twittou:

“Desejamos lembrar o público de sua determinação em expulsar o Boko Haram e resgatar todos os reféns. O público também é aconselhado a relatar qualquer caráter suspeito à autoridade competente para ação imediata”.

O texto ainda ressalta: “No entanto, as pessoas resgatadas estão sendo atendidas em um serviço médico militar, de instalação”.

FONTE: GUIAME, COM INFORMAÇÕES DO CHRISTIAN HEADLINES

Leave a Reply

Your email address will not be published.