No último sábado (15), alunos da Missão Batista Cristolândia de São Paulo, foram entrevistados no Programa da Sabrina (Sato), pela própria apresentadora. A edição emocionou o público ao fazer com que dois alunos, Jailson e Raquel, revivessem momentos que eles viveram antes das drogas, através de fotos antigas e do reencontro com a família. O projeto é mantido pelos batistas através das Missões Nacionais.

A Cristolândia é um programa de prevenção, recuperação e assistência de dependentes químicos e co-dependentes com o objetivo de transformar vidas por meio do Evangelho. A primeira unidade da Missão Batista Cristolândia foi inaugurada em março de 2010. Os serviços prestados se expandiram, atendendo os usuários com café da manhã, banhos e cultos de adoração a Jesus.

Além dos alunos, outros 10 convidados contaram como tiveram o primeiro contato com as drogas. Amaury de 42 anos, por exemplo, disse que a primeira vez que ele experimentou maconha foi aos 11 anos, na escola. Já Jailson, contou que começou a fumar maconha aos 16 anos.

No depoimento, ele afirma que chegou a fumar maconha diariamente, sempre que ia jogar futebol com os amigos. Já Raquel, afirmou que para obter drogas, ela chegou a se prostituir, roubar e a pedir esmola.

“Bem-vindo ao inferno”

Um dos convidados disse que só conseguiu encontrar saída ao conhecer a Cristolândia. “Eu fui iluminado por Deus na situação que eu estava. Comecei a lembrar da minha família e falei para mim mesmo. ‘Meu Deus, o que aconteceu com a minha vida? Onde eu vim parar? Eu virei um mendigo’. Ai um viciado que estava do meu lado ouviu na hora que eu falei. Ele falou para mim ‘seja bem-vindo ao inferno. Se você não quiser ficar, segue naquela rua e procura um local chamado Cristolândia que lá o pessoal vai te ajudar’”, relatou.

Jailson ainda contou como as drogas afetaram seu relacionamento com a família. “Hoje eu estou limpo. Estou há nove meses sem usar nada. Mas, eu lembro do estrago que a droga me fez. Eu lembro da minha família. As drogas minam o seu caráter, roubam a sua família. Ela te tira o melhor. Eu acho que a família é o bem maior que o homem pode ter e as drogas tirou a minha família e tirou a minha filha, a pessoa que eu mais amo nesse mundo”, pontuou.

Jailson e Raquel não sabiam que iriam reencontrar seus pais logo após a entrevista com Sabrina. Os dois tiveram a oportunidade de abraçar e dizer o quando amam.

Confira a matéria na íntegra:

FONTE: GUIAME

Leave a Reply

Your email address will not be published.