Uma organização foi criada por empresários cristãos para ajudar líderes e outros profissionais a exercerem suas funções em parceria com Deus.

O ambiente de trabalho é o local onde os cristãos passam a maior parte de seu tempo e têm a maior oportunidade de exercer impacto na vida de outras pessoas. Diante disso, a Sociedade Internacional de Companhias para Cristo (FCCI, na sigla em inglês) passou a ajudar empresários cristãos e outros profissionais a exercerem suas funções em parceria com Deus.

Terence Chatmon, presidente da organização, avaliou a necessidade de criar este tipo de movimento no mercado de trabalho através da potencial influência da fé. “Existem mais de 5 milhões de igrejas no mundo, mas existem mais de 90 milhões de empresas no mundo”, disse Chatmon à CBN News.

“Se você olhar para a vida de Jesus, verá que ele conversava com as pessoas do mercado. As parábolas que Ele ensinou foram parábolas do mercado”, diz Bobby Mitchell, fundador e diretor da FCCI.

Mitchell afirma que Deus enxerga tanta importância no trabalho que, em hebraico, a mesma palavra é usada para definir duas vertentes. “‘Avodah’ é a palavra hebraica para trabalho e adoração”, conta Mitchell, acrescentando que essa é a grande visão que a FCCI carrega.

Embora a organização incentive os empresários a aplicarem as verdades bíblicas em seus negócios, Mitchell afirma que os líderes não podem forçar seus funcionários a seguirem Jesus.

“Se eles querem aceitar a Cristo é ótimo e nós iremos encorajá-los, mas nunca poderemos pressioná-los para fazer isso”, explica Mitchell.

“Deus é o dono do seu negócio, Ele está em cada canto de seu escritório”, afirma Chatmon. “Se todas as decisões forem tomadas em Deus, veremos que a oração é a força vital de cada decisão que você toma, seja ela pequena, média ou grande”.

A FCCI começou com Mitchell com a pretensão de dirigir sua empresa com integridade. Ele passou a se reunir com outros empresários cristãos da cidade de Atlanta, na Geórgia (EUA) em 1977. Juntos, eles queriam descobrir como Jesus faria ao liderar um negócio.

Hoje, empresários de mais de 139 países recebem orientações da FCCI através de vídeos, materiais e estudos de casos. Além disso, os líderes se reúnem semanalmente em pequenos núcleos. “É uma oportunidade para conversar sobre questões e desafios reais dos negócios”, conta Chatmon.

Segundo Mitchell, os empresários da organização querem honrar a Deus e, por isso, são abertos às correções necessárias. “Tudo se resume a uma questão: ​​como você pode operar um negócio que glorifique o Pai?”, acrescenta Chatmon.

Se você sente que sua vida profissional e sua vida fé não se encaixam, Mitchell sugere que você leve o cristianismo para o seu trabalho. “Precisamos nos levantar e sermos cristãos”, insiste. “Isso acontece fora da igreja. Onde quer que Deus tenha te plantado, você precisa florescer”.

FONTE: GUIAME, COM INFORMAÇÕES DE CBN NEWS

Leave a Reply

Your email address will not be published.