O Domingo da Igreja Perseguida aconteceu em mais de 8.000 igrejas brasileiras e reuniu milhares de cristãos com o mesmo propósito: orar pela igreja no Iraque e na Síria. Saiba como foi o DIP em uma igreja na zona oeste de São Paulo

Pelo segundo ano consecutivo, a Igreja Batista Regular do Rio Pequeno comprometeu-se em realizar um culto todo especial. Lá, o DIP aconteceu com as janelas encobertas, à luz de velas, simulando uma reunião secreta. Enquanto louvores tocavam, homens e mulheres caracterizados com túnicas e icharbs (vestimentas muçulmanas) se prostravam para orar na frente do templo, simbolizando a igreja em países de maioria muçulmana, como Iraque e Síria, países tema do DIP 2016.

Neste ano, a igreja toda esteve envolvida com a Igreja Perseguida, tema tanto o culto matutino como do noturno. A perseguição religiosa foi abordada em todas as salas da Escola Bíblica Dominical, envolvendo desde as crianças até os adultos.

Impactada pela realidade dos cristãos perseguidos, Alessandra Menezes, integrante do departamento de missões da igreja, compartilhou como foi desafiada:

“Eu fiquei muito feliz em ter ajudado. Sinto que minha ajuda é uma gotinha no oceano porque sei o quanto (nós, como igreja) podemos fazer pelo Reino de Deus e não fazemos. O que fazemos é pouco comparado com o que os cristãos perseguidos fazem: eles dão a vida deles por causa da fé, e nós damos apenas um dia de nossa semana, o domingo”.

Assim como ela, milhares de cristãos clamaram para que a igreja se mantenha viva no Iraque e na Síria, e “a oração pode ir aonde não podemos”, como disse o Irmão André.

Por isso, a intercessão não deve cessar com o DIP. A Igreja deve ser perseverante na oração por nossos irmãos (Rm 12.12), para que sua esperança esteja firmada em Cristo, na sua volta e na glória que está por vir.

Pós-DIP
Muito obrigado a todos que aceitaram o desafio de servir a Igreja Perseguida por meio da oração! Agora, contamos com vocês para que o maior número de cristãos tenha suas vidas impactadas com a realidade da nossa família da fé. Compartilhem como o DIP marcou a sua vida com um amigo e também conosco, através de palavras, fotos ou vídeos. Se vocês foram organizadores do DIP, enviem para nós as fichas com os dados de todos os que têm o desejo de conhecer, apoiar e fortalecer a Igreja Perseguida. Fonte: https://www.portasabertas.org.br

Leave a Reply

Your email address will not be published.