Números são imprecisos, mas pode haver até 35 mortos em ataques que atingiram vários estados do país

Fonte: portasabertas

 Eleitores fazem fila na capital da Nigéria, Abuja. Ore pela vontade de Deus no país (foto: EPA/Ansa – Brasil)

A Nigéria realizou no último sábado (23) eleições presidenciais e para o Congresso, no que foi a maior eleição da África. Clement Nwankwo, de uma entidade que representa mais de 70 grupos da sociedade civil, disse que a violência tomou conta de oito estados, levando a 16 mortes, enquanto a consultoria SBM Intelligence citou 35 vítimas fatais.

Autoridades nigerianas admitiram a realização de um ataque terrorista do grupo islâmico Boko Haram em Maiduguri, capital do estado de Borno, no norte do país, no dia das eleições. Um soldado foi morto no ataque e outras quatro pessoas ficaram feridas. Borno é berço do Boko Haram. Segundo a polícia, os milicianos tentaram entrar em Maiduguri com tiros de artilharia, provavelmente para bloquear a votação.

Os dois principais candidatos à presidência da maior nação produtora de petróleo da África são o atual presidente do país, Muhammadu Buhari, de 76 anos, e o ex-presidente e milionário Atiku Abubakar, 72. Buhari é um ex-líder militar que busca um segundo mandato com uma plataforma anticorrupção. Atiku, por sua vez, prometeu expandir o papel do setor privado.

Votação se estendeu até domingo devido a ataques

Festus Okoye, uma autoridade da Comissão Nacional Eleitoral Independente, disse que algumas pessoas foram mortas nos estados de Rivers, Lagos e Oyo, no sul do país, mas não podia confirmar números, informou a agência de notícias Reuters. Alguns locais de votação ficaram abertos no domingo (24) para permitir que mais eleitores votassem, pois a violência causou atrasos na abertura de urnas e falhas de sistema em vários estados no sábado.

Quase 73 milhões de eleitores votaram em uma eleição com mais de 70 candidatos presidenciais. Ainda não se sabe ao certo quando os resultados da eleição serão anunciados, mas os primeiros resultados são esperados para amanhã (26). Para vencer no primeiro turno, o candidato precisa ter pelo menos 25% dos votos em dois terços dos 36 estados federais.

Fonte: Terra

Pedidos de oração

  • Ore para que seja levado ao poder um presidente que seja justo e se preocupe com o bem comum da população e do país.
  • Clame para que as apurações sejam feitas sem fraudes e em paz.
  • Interceda pela Igreja Perseguida da Nigéria, que ocupa a 12ª posição na Lista Mundial da Perseguição 2019.
República Federal da Nigéria

 REPÚBLICA FEDERAL DA NIGÉRIA

  • Tipo de Perseguição: Opressão islâmica
  • Capital Abuja
  • Região África Subsaariana
  • Líder Muhammadu Buhari
  • Governo República federativa presidencialista
  • Religião Islamismo 51,6%, cristianismo 46,9% e crenças nativas 9%
  • Pontuação 80

POPULAÇÃO
195.9 MILHÕES

POPULAÇÃO CRISTÃ
91.1 MILHÕES

Leave a Reply

Your email address will not be published.