Programa ‘Nos passos do Nazareno’ mostrou como vivem as igrejas subterrâneas na China

Joseph de Jesus (nome alterado por questões de segurança) é um sacerdote chinês e um dos líderes da igreja católica subterrânea na China. Esta semana ele deu seu testemunho no programa ‘Nos passos do Nazareno’, que é transmitido em toda a Europa.

Durante a entrevista, o seu rosto ficou oculto e ele não forneceu nenhum detalhe sobre a sua vida na China, para que não seja identificado pelas autoridades. Joseph contou que todos os grupos cristãos (evangélicos e católicos) são igualmente perseguidos pelo governo chinês. Só possuem uma relativa liberdade de culto aos membros da Igreja Patriótica, que é controlada pelo Estado.

O sacerdote diz que por causa da “política do filho único” imposta pelo governo chinês para evitar o aumento da população, sua família sempre teve de se esconder das autoridades. Afinal, eles eram cinco irmãos. “Se o governo descobrisse, poderíamos perder tudo. Algumas famílias cristãs, por terem mais filhos, tiveram suas casas destruídas e ficaram sem nada”, lembra.

Ele testemunha que sua vida toda foi “uma prova de fé”,  pois os cristãos da Igreja subterrânea, tinham de fazer as orações “em sua casa e com a porta fechada, pois isso é proibido. Se alguém te ouve, podia te denunciar. É considerado um crime pelo governo”.

Joseph diz que essas igrejas nas casas, são chamadas de igreja subterrânea, pois não podem ser visíveis. Ele conta que os cristãos chineses estão vivendo sob graves repressões. “Há líderes que estão desaparecidos e cerca de 30 bispos que não são reconhecidos pelo Estado, acabaram proibidos de exercer o seu ministério livremente. Eles estão em prisão domiciliar e são constantemente monitorados”.

“Ele é um exemplo de fidelidade a Cristo e à Igreja, porque não quis se dobrar à igreja oficial chinesa e por isso ficou algum tempo na prisão. Mesmo assim, nunca reclamava das dificuldades. Dizia que, se o Senhor lhe enviasse, ele aceitava. Agora esse sacerdote tem mais de 80 anos, mas continua levantando-se às 3h30 para fazer suas orações e celebrar as Missas”.

Fonte: https://noticias.gospelprime.com.br

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado.