“Comprei as mentiras de satanás”. É dessa forma que uma ex-transgênero explicou o motivo que a levou a acreditar que tinha uma identidade de gênero diferente de seu sexo biológico e optar por uma cirurgia e terapia hormonal que pretendiam da-la uma aparência masculina.

Laura Perry contou que grande parte de sua adolescência ela sentiu-se muito desconfortável por ser menina, e aos 20 anos, depois de muitas reflexões, achou que era hora de se “tornar um homem” transgênero.

Por oito anos ela viveu como “Jake”, tomando hormônios masculinos. Nesse período, inclusive, se submeteu a uma cirurgia para retirada das mamas. “Eu comprei nas mentiras de Satanás”, disse Laura à agência Baptist Press, sobre a ideologia de gênero.

Em seu desespero, Laura pensava sinceramente ser alguém que não havia nascido com o corpo certo: “Me faria feliz [se fosse verdade]. Mas dentro eu estava miserável e procurando uma paz real”, admitiu.

A oração da mãe, no entanto, foi capaz de mudar essa realidade de sofrimento e autoengano. Francine disse que, durante todo o tempo em que viu a filha enfrentando essa situação, se manteve esperançosa de ver algo transformar a vida de Laura.

“Quando minha mãe procurou Deus com todo o coração e deixou o Espírito Santo mudar a ela, foi quando Deus começou a trabalhar comigo”, explicou Laura. “Deus abriu os olhos para a verdade. Ele me fez perceber que a vida transgênera era um beco sem saída”, acrescentou.

Posteriormente, em paz consigo mesma, Laura procurou a igreja para desabafar e receber orientação. “Eu não sabia o que aconteceria a seguir, mas eu estava me apegando à promessa de Deus de que Ele cuidaria de mim”, disse.

Orientada a confessar seus pecados a Deus, Laura disse que essa foi o passo transformador de sua vida: “Foi difícil, mas nunca experimentei tanta paz e amor como quando voltei para a igreja. Sou tão humildemente grata por tudo o que Deus fez…”, concluiu.

Fonte: https://noticias.gospelmais.com.br/mae-ora-filha-ideologia-de-genero-mulher-92109.html

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado.