Depois de sua profunda experiência com Deus, Munaf passou a ser um evangelista no Oriente Médio e trouxe muitas pessoas para Cristo.

Líder de uma mesquita no Oriente Médio há muitos anos, Munaf Ali (nome fictício por razões de segurança), de 46 anos, ficou irado quando recebeu a visita de missionários em sua casa e ouviu a mensagem do Evangelho.

Depois que o pastor e a equipe do ministério Bibles for Mideast foram embora, o Imã islâmico planejou realizar um ataque contra os missionários com uma multidão de extremistas. Com gritos de “Allahu Akbar” (“Alá é Grande”, em árabe), eles chegaram no local que o grupo se reunia, mas não encontraram ninguém.

Poucos dias depois, Munaf estava voltando para casa após a tradicional oração de sexta-feira em sua mesquita. Durante o caminho, ele desmaiou e teve a visão de demônios tentando “levar sua alma”, conforme seu relato feito posteriormente aos missionários.

Enquanto os espíritos malignos tentavam matá-lo, Jesus Cristo apareceu repentinamente cercado por uma multidão de anjos. Os demônios fugiram aterrorizados, Munaf descreve.

“O primeiro Adão desobedeceu a Deus e pecou sob influência de Satanás. Eu sou o segundo Adão, a Palavra de Deus, o Messias, Filho do Altíssimo. Eu nasci sem pecado para redimir o primeiro Adão e todos os seus descendentes, inclusive você. Tenha fé em mim e seja minha testemunha. Eu darei sua vida de volta, pois tenho autoridade para dar vida”, disse Jesus a Munaf durante a profunda experiência espiritual.

Quando Munaf voltou à consciência, ele percebeu que estava em cima de uma mesa sendo preparado por seus filhos e parentes para o enterro. Todos ficaram espantados quando ele, de repente, se levantou.

Munaf tentou explicar o que tinha acabado de experimentar, mas todos pensaram que ele tinha perdido a lucidez.

Nos dias seguintes, Munaf falou sobre Jesus para sua família, que creu em sua mensagem e reconheceu Cristo como salvador. No entanto, sua comunidade insistiu que ele precisava de ajuda psiquiátrica e o dispensou da mesquita.

Mesmo com as perseguições, Munaf passou a ser um evangelista no Oriente Médio e trouxe muitas pessoas para o Senhor. Na semana passada, ele assumiu a liderança de uma nova igreja e se tornou pastor.

FONTE: GUIAME, COM INFORMAÇÕES DE BIBLES FOR MIDEAST

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado.