A cidade de Kiryat Ye’arim é citada em diversas passagens bíblicas e tem levado arqueólogos a acreditarem que é o local onde estaria a Arca da Aliança.

Arqueólogos da França e de Israel estão planejando embarcar em uma missão no mês de agosto para procurar a Arca da Aliança, que se acredita que contenha as lápides de pedra contendo os 10 Mandamentos entregues por Deus a Moisés.

De acordo com os jornais ‘MailOnline’ e ‘The Times of Israel’, os pesquisadores estão dispostos a escavar o antigo local de Kiryat Ye’arim, em Jerusalém, que é um dos últimos pontos ainda inexplorados na região.

“O lugar é importante por várias razões”, disse o professor Israel Finkelstein, da Universidade de Tel Aviv. “É um local grande e central nas colinas de Jerusalém, que não foi estudado até agora. Pode ser ainda o único local-chave em Judá, que não sofreu uma escavação arqueológica sistemática”.

A Bíblia menciona Kiryat Ye’arim em várias passagens, descrevendo-a como uma cidade de Judá, situada perto de Jerusalém durante o período dos juízes e do Rei Davi, também conhecido como a Idade do Ferro.

A escavação arqueológica é definida para se concentrar em torno de um mosteiro do século 20 dedicado a Nossa Senhora da Arca da Aliança, com grande parte do local que se acredita ter sido imperturbável, até agora.

“Um dos aspectos tentadores de Kiryat Ye’arim é a probabilidade de ter havido um templo antigo no local, cujos vestígios podem estar enterrados. Tal descoberta poderia ajudar os estudiosos a entenderem melhor as práticas do culto em Judá durante a Idade do Ferro”, explicou jornal ‘The Times of Israel’.

“Em várias partes da narrativa bíblica, Kiryat Ye’arim é citado como um local de culto religioso. É referido como vários como ‘Kiryat Ba’al’, ‘Ba’alah’ e ‘Ba’ale Judah’ no Livro de Josué, sugerindo que o site foi em algum ponto afiliado à adoração a Baal, deus da tempestade do panteão cananeu”, acrescentou.

Como o Livro de Samuel indica, a famosa Arca foi guardada em Kiryat Ye’arim por duas décadas, e foi cuidada pelo sacerdote Elazar, antes que o Rei Davi a transportasse para sua capital em Jerusalém.

Em I Crônicas 13:3-5 diz: “E tornemos a trazer para nós a arca do nosso Deus; porque não a buscamos nos dias de Saul. Então disse toda a congregação que se fizesse assim; porque este negócio pareceu reto aos olhos de todo o povo. Convocou, pois, Davi a todo o Israel desde Sior do Egito até chegar a Hamate; para trazer a arca de Deus de Quiriate-Jearim”.

“Sendo aquele ou não o local onde a Arca está escondida, é razoável supor que Kiryat Ye’arim é uma cidade de grande significado”, observou Finkelstein.

“Para seguir a história, o lugar onde eles colocaram a Arca da Aliança não era, é claro, apenas algum campo aberto ou debaixo de uma árvore, eles se referem a um importante lugar de culto”, explicou o professor.

FONTE: GUIAME, COM INFORMAÇÕES DO CHRISTIAN POST

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado.